quinta-feira, 9 de fevereiro de 2006

Justiça Federal Criminal de Curitiba decreta seqüestro de bens de crimes praticados na Austrália

09/02/2006 - 14:22 | Fonte: JFPR

A 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba decretou o seqüestro de bens, imóveis e veículos, pertencentes a L.J.P., neozeolandês, pela existência de indícios de que teriam sido adquiridos com produto ou proventos de crimes praticados na Austrália.
L.J.P. teve a sua extradição requerida pelo Governo da Austrália e deferida pelo Supremo Tribunal Federal pela prática na Austrália de possíveis crimes financeiros e de apropriação indébita (EXT 1016).
Com base em informações prestadas pelas autoridades australianas, a Polícia Federal instaurou inquérito para apurar possível crime de lavagem praticado no Brasil. As investigações ainda estão em curso, tendo porém sido deferido o seqüestro dos bens adquiridos com o dinheiro vindo do exterior a fim de assegurar a perda do produto ou proventos do crime no caso de eventual condenação.
Trata-se do primeiro caso em trâmite na 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba no qual os crimes antecedentes à lavagem de dinheiro teriam ocorrido inteiramente no estrangeiro, confirmando a tendência dos crimes de lavagem de dinheiro assumirem cada vez mais caráter transnacional.

Patrícia Meyer